Dia do Arquiteto

Hoje comemoramos o dia do arquiteto, que

já foi dia 11, mas em homenagem ao nascimento de Oscar Niemeyer, após uma resolução do CAU (conselho dos arquitetos e Urbanistas), foi alterada em 15 de dezembro de 2011 para a referida data.

Desde então, há uma certa confusão com relação às datas, mas achei que foi uma mudança positiva, afinal, além de passarmos a ter uma data exclusiva (dia 11 é dia do engenheiro), nada mais justo que ela seja em homenagem a um dos ícones da arquitetura mundial, que é brasileiro.

Temos muito a comemorar, mas muito, muito ainda a trabalhar pelo exercício correto da nossa profissão.

Os desafios são enormes, tendo em vista que vivemos em um país que ainda não entendeu a importância do planejamento para execução de obras, sejam elas de pequeno ou médio porte. Somos o tempo inteiro questionados pelo valor cobrado e as pessoas ainda acreditam que o trabalho do profissional de arquitetura é meramente artístico.

Antes de tudo, há que se esclarecer: somos técnicos. A faculdade de Arquitetura dura cerca de 05 anos (assim como a de medicina e a de direito) e é pautada por disciplinas que transitam entre as artes e a engenharia.

Estudamos sobre ergonomia, fluxos de circulação, conforto térmico e acústico. Lembro-me das aulas de estrutura em concreto, aço e madeira. Das incontáveis noites em companhia dos colegas no atelier da FAU_UnB.

Fazemos muitas pesquisas, temos que ser curiosos por natureza o tempo inteiro. Nosso trabalho não para quando estamos de férias, dormindo, ou ainda, visitando um museu. Porque o olhar é o nosso maior e melhor instrumento de trabalho. E os melhores e maiores arquitetos da história nos ensinam o a importância de apurarmos o nosso olhar.

Tenho muito orgulho da minha profissão e sei, exatamente o quanto ela é importante e capaz de mudar a vida das pessoas.

Um arquiteto é um criador da realidade, um planejador dos espaços, um artista por excelência.

Que possamos transmitir aos nossos clientes o nosso real valor. Façamos desse compromisso nossa luta diária, entregando projetos de inquestionável apuro técnico, acompanhamento incansável das obras, estudo sistemático das melhores soluções e materiais. Deixemos de lado o falso glamour da profissão e façamos da excelência nossa marca registrada.

11/03/19 | Arquitetura